quinta-feira, 22 de novembro de 2012

The Twilight Saga - Breaking Dawn part 2

Após tanto tempo à espera eis que chega o derradeiro final. The Breaking Dawn part 2, conclui a saga Twilight. Desde 2008, quando estreou o primeiro filme da saga, que os seus seguidores ansiavam por este final épico. Da minha parte já tinha lido todos os livros, no entanto como demoraram tanto tempo a estrear houve coisas que fui esquecendo, como a pequena alteração que fizeram no final deste filme.

Esta última parte começa com o "reborn" para a nova vida de Bella Swan, e a partir daqui continua a desenrolar-se a história. A adaptação desta à sua nova vida, e a tudo o que esta traz de novo. Ao crescimento da sua filha Renesmee, e ao confronto com o seu pai. Tudo isto faz parte do final desta espectacular série que apaixonou o mundo.

Apesar de este ser o final tão aguardado houve uma pequena alteração no final que me deixou boquiaberto quando assisti ao filme, a minha reacção a este final era algo do género: "Mas isto não acontecia no livro!", "Ai o meu catano, isto tá tudo trocado!". Mas como eu havia mais pessoas com esta reacção na sala. No entanto, após fazer uma análise final do filme cheguei a uma conclusão. Se não fosse aquela pequena alteração, que é a que traz alguma acção ao filme, o filme era uma seca completa, quando comparado com o livro. Eu sei que é difícil colocar todos os pormenores do livro no filme, no entanto podiam ter elaborado um pouco mais o crescimento da Renesmee, uma vez que no livro tem algumas cenas engraçadas. Assim como a descoberta do advogado que arranjou os passaportes falsos, trazia um pouco mais de história e penso que o filme não ficaria a perder. Há apenas uma outra coisa que poderia ter sido um pouco mais desenvolvida, e essa sim, era mais importante que as outras que já referi, que era a descoberta do dom da Bella e o seu desenvolvimento, os vários treinos, as várias falhas.

Fora estes aspectos o filme estava muito bom. Agora fico é triste porque já não há mais "The Twilight Saga" para ver nem ler. Esperemos que a autora se decida a escrever mais uma sequela do livro, até lá tenho de ler outros livros.

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

I'm Back!!!!!


Pois é, já lá vai quase um ano desde o meu último post, mas como na vida nem tudo são rosas, este tempo de ausência tem uma explicação... Ora, passo então a explicar. O último post foi colocado em março, depois disso o meu computador teve um pequeno problema e teve de ir para arranjar, não estive muito tempo sem ele, mas quando voltou sabe-se lá porquê não conseguia actualizar este blog. Depois disso, fui tentando várias vezes mas sempre sem sucesso. Entretanto entrou o Verão e com o trabalho que arranjei não me restava tempo para me coçar, quanto mais para tentar actualizar o blog. Após o Verão e com os exames finais e a conclusão do curso também fiquei um pouco esgotado, e apesar de ter tentado, continuava a não conseguir actualizar o blog. Apenas hoje experimentei e consegui, vamos a ver se não volta a acontecer o mesmo erro. Com todo este tempo de ausência, consegui ler alguns livros e ver alguns filmes, mas como já passou muito tempo não estou certo de tudo o que li, nem do que vi. Por esse motivo, apenas vou colocar no próximo post os livros e filmes que mais gostei e me marcaram.
Até ao próximo post!!!!

sábado, 12 de março de 2011

Seduzida

Já lá vai algum tempo desde que li este livro, mas cá vai o meu comentário. Quem conhece a estória, sabe que trata de uma adolescente perfeitamente normal, até ao dia em que é marcada como iniciada vampira. Nesse mesmo dia a sua vida muda por completo, vê-se obrigada a mudar de escola, a mudar de amigos e acima de tudo largar a sua família, o que para ela é um alívio pois desde que a sua mãe se voltou a casar que a vida se tornou um "inferno". Nesta escola vai experimentar muitas coisas novas, vai contactar com uma nova realidade, vai aperceber-se que tudo na vida dela vai mudar, e que o facto de ter sido marcada não foi por acaso pois também foi escolhida para ser dotada de um grande poder que terá de derrotar uma força maligna que emerge da terra, Kalona.

Neste livro, Zoey irá derrotar Kalona e Neferet, seus maiores inimigos até agora, terá que decidir os seus sentimentos para com os seus namorados e para com a sua amiga Stevie Rae. Esta, Stevie Rae, irá defrontar-se também com muitos acontecimentos que irão alterar a sua vida. Irá criar amizade com um inimigo, que se calhar não será assim tanto, irá esconder coisas à sua amiguinha do peito, entre outras coisas.

Já no final do livro, algo irá mudar drasticamente a vida de Zoey, que não vou revelar.... :D.

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Fortaleza Digital

Tal como todos os outros livros de Dan Brown, também este foi repleto de mistério e suspense. Mas não sei se é de começar a estar habituado à forma como este autor escreve, mas já etava à espera de algumas coisas que se passaram no livro. Desde o início do livro que desconfiava quem era o vilão, só não tinha a certeza de como a história dele se ia desenrolar. Se há coisa que aprendi com este autor é que o vilão é sempre a pessoa que menos se espera, e neste livro tal como nos outros isso aconteceu.

Mais uma vez posso dizer que adorei este livro e cada vez adoro mais este autor, pois a forma como escreve, a forma como nos deixa a vontade de saber o que vai acontecer a seguir, a forma como nos vai alterando as expectativas ao longo da história é qualquer coisa de espetacular.

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

domingo, 13 de fevereiro de 2011

A Mulher do Sari Cor-de-Rosa

Não sei se já disse aqui, mas livros com histórias reais e melodramáticos não é o meu forte. Prefiro livros de ficção científica, que me levem a um mundo imaginário. No entanto, gostei muito da história desta grande mulher. Grande porque é uma mulher que desde pequena começa a lutar por aquilo que quer, apesar dos interditos da sua cultura. Desde muito cedo se mostra uma revolucionária e lutadora pelas causas justas, e ao mesmo tempo uma defensora dos excluídos e injustiçados. Começa por fugir aos pais para poder ir à escola, embora a sua cultura não o permita, posteriormente e após o seu casamento ainda na infância começa a lutar para que estes acontecimentos acabem, passa pelo processo de revolta contra os sogros, algo impensável na cultura indiana até que cria o seu gangue das mulheres do sari cor-de-rosa, o Gulabi Gangue.
Esta história verídica leva-nos a pensar em quão fracos somos quando vemos as injustiças a acontecer à nossa frente e nada fazemos para as resolver. Põe-nos ainda a pensar que se todos tivéssemos a força e determinação desta mulher, se calhar o mundo em que vivemos seria melhor.

domingo, 9 de janeiro de 2011

Spirit

Apesar deste filme ser de 2002, só ontem o consegui ver. Inicialmente achei um pouco estranho o filme não ter ninguém a falar, mas depois comecei a aperceber-me o porquê disto acontecer, o narrador é o cavalo que está a contar a sua história.
Após ver metade do filme comecei a gostar da história, pois mostra ao que pode levar a curiosidade, mas ao mesmo tempo mostra também ao que leva a persistência. Para além de tudo isto, este filme mostra também como arranjar força para lutar por aquilo que se quer e como conseguir conquistar uma amizade.
Acima de tudo o que já referi está a força de vontade para se manter livre, pois é muito difícil alguém que nasce livre ser domado. E ao mesmo tempo que é difícil, acho que ninguém deve ser domado ou obrigado a fazer aquilo que não quer. E neste filme isso vê-se perfeitamente. Aliás, no final do filme o homem que quer domar o cavalo apercebe-se disso mesmo, que não vale a pena tentar domar alguém à força, que é necessário primeiro ganhar a sua confiança.
Outro aspecto que eu adorei no filme foi a banda sonora, o tema principal do Bryan Adams é brutal. Fica aqui a música:
Bryan Adams - Here I Am

Seguidores